Início em:

31/08/2018

AdoleSendo – por que comigo? Por que não comigo?

Deborah Mandelblatt e Michelle Gorin

O CURSO

A adolescência é uma fase delicada pela transição entre a infância e a vida adulta. O crescimento individual traz, por si só, questionamentos sobre a própria identidade. Além disso, a vida apresenta novos desafios a todo momento, sejam questões íntimas, problemas familiares e sociais ou dúvidas sobre o próprio corpo. Enfim, são muitas as vivências que podem despertar angústia. Por que enfrentar tudo isso sozinho? Ter ajuda e poder falar sobre tudo isso é muito bom e encontrar pares que enfrentam nesse momento desafios semelhantes é melhor ainda. Nesse sentido, nós do AdoleSendo oferecemos um espaço de troca e conversa, com atividades estruturadas e conversas livres sobre diversos temas. Nossa função é propiciar a reflexão e o compartilhamento das experiências para que todos possam entrar em contato com suas angústias e procurar outras saídas para situações desafiadoras através do contato com seus pares.

Público alvo: Adolescentes irmãos de pessoas com deficiência (12-17 anos).

Objetivo: proporcionar um espaço de reflexão e conversa sobre os desafios envolvidos em ter um irmão com deficiência.

Descrição: não são poucas as perguntas que rondam a cabeça de um jovem que tem um irmão com deficiência. Muitas delas não são agradáveis, especialmente quando diz respeito à culpa que podem sentir, mesmo que de forma inconsciente. Por que não sou eu que tenho essa deficiência? Por que justo eu preciso encarar esse desafio? Estou errado em sentir raiva e ficar de “saco cheio”? Neste encontro pretendemos discutir esse tema de forma descontraída: assistiremos trechos de filmes/séries e conversaremos a respeito. O encontro se dará da seguinte forma:

1º momento: Fala das psicólogas relativa aos temas contidos na descrição da proposta

2º momento: Exibição de trechos de filmes/séries + discussão de situações. Apresentaremos trechos (5 a 10 minutos) de filmes/séries selecionados e para cada um apontaremos uma situação-problema envolvida que suscite uma discussão:

1) Extraordinário - Olivia e Auggie (Questões relativas a ciúmes dos pais e vergonha da deficiência do irmão)

2) Atypical - Sam e Casey (Questões relativas à responsabilidade e cuidados na escola) 3) Merli - Marc e Pau Vilaseca (Questões relativas a Marc ser chamado pelos adultos da escola para discutir problemas de Pau).

3º momento: discussão final / fechamento.

PROFESSOR(A)

Deborah Mandelblatt é Psicóloga formada pela PUC-Rio. Cofundadora e Coordenadora da Contar - Construindo Narrativas e Trabalhando com Acolhimento em Rede. Cursou Especialização em Psiquiatria e Psicanálise com Crianças e Adolescentes no IPUB-UFRJ. Psicóloga clínica. Crp: 05/47856

Michelle Gorin Psicóloga é Mestre em psicologia clínica na área de casal, família e criança pela PUC-Rio e Especialista em clínica com criança e adolescente pelo IPUB-UFRJ. Membro provisório da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro. Psicóloga clínica, escolar e professora da Universidade Estácio de Sá. Crp: 05/43700

PROGRAMA

DATAS
31/08 | 28/09 | 26/10
HORA

18:00 às 19:30
VALOR

R$ 220,00 ou em 2X de R$ 110,00
INSCREVA-SE AQUI