Início em:

29/08/2017

HISTÓRIA DO CINEMA: A IMAGEM MODERNA

UMA INVESTIGAÇÃO DE FORMA, CONTEÚDO, POÉTICAS E POLÍTICAS

Rodrigo Fonseca

O CURSO

UMA INVESTIGAÇÃO DE FORMA, CONTEÚDO, POÉTICAS E POLÍTICAS As dicotomias do querer, que cineastas como Sergio Leone, Almodóvar,  Leos Carax, Costa Gravas e Walter Carvalho traduziram na forma de um esgar poético, desfilam na telona desde 1895 em bifurcações e atalhos que a  indústria cinematográfica nos oferta, contendo a magia da reflexão e serenidade da incerteza, sem The End à vista. Uma mudança drástica na significação do cinema se dá a partir de 1945, com a estreia de Roma, Cidade Aberta, de Roberto Rossellini, que, com sua narrativa despersonalizada instaura uma ruptura em relação ao fazer clássico do storytelling audiovisual. Nasce, então,  uma forma de fazer cinematográfica que assume a linguagem da tela como uma arma de revolução. Surge ali um ideal de cinema moderno, que foi se sofisticando ao longo das décadas, produzindo novas e novíssimas estéticas, sintonizadas com a evolução tecnológica. Este curso é sobre uma revolução que começou nos anos 1940 e segue viva, em novos formatos, do Cinema Novo à Netflix.

PROFESSOR(A)

Rodrigo Fonseca
Rodrigo Fonseca é carioca de Bonsucesso, crítico de cinema, roteirista da TV Globo, titular do blog P de Pop do Estadão e repórter do site Omelete. É o correspondente brasileiro da revista portuguesa de cinema Metrópolis desde 2013. Trabalhou no Jornal do Brasil (2000-2005) e em O Globo (2005-2015), nos cadernos de cultura de ambos. Formado pela UFRJ, publicou nove livros, entre eles Meu Compadre Cinema - Sonhos, Saudades e Sucessos de Nelson Pereira dos Santos, Cinco Mais Cinco – Os Maiores Filmes Brasileiros em Bilheteria e Crítica e o romance Como Era Triste a Chinesa de Godard. Atuou em nove filmes, entre curtas e longas, como Angústia, Os Príncipes e Vende-se Esta Moto. Na TV, integrou a equipe de roteirista da nova versão de Os Trapalhões e foi redator-final do programa Encontro com Fátima Bernardes. Em 2017, apresentou o programa Cinema de Guerrilha da Baixada no Canal Brasil, onde assina, desde 2010, a redação do programa Cone Sul. Integrou o júri da Federação Internacional de Imprensa Cinematográfica (Fipresci), em Cannes, em 2017. 

PROGRAMA

29/08
Encontro 1:

- Um panorama geral sobre o cinema contemporâneo, sobre as principais correntes estéticas dos últimos 20 anos;

- Um retrospecto sobre a ideia de cinema clássico, da era muda aos anos 1940

- O neorrealismo

- As experiências sociais dos anos 1950

- O cinemanovismo dos anos 1960
Data: 29/08/2017 - Horário: De 19:30 às 21:30
30/08
Encontro 2:

- A Nova Hollywood: 1967 -1980

- Os anos 1980 e a era dos efeitos essenciais

- O levante negro com Spike Lee e o cinema indie dos anos 1990

- O Dogma 95
Data: 30/08/2017 - Horário: De 19:30 às 21:30
31/08
Encontro 3:

 - O boom documental dos anos 1990

- A Nueva Onda latino-americana

- A Primavera Romena

- Cinema-Murmúrio e Novíssimo Cinema

- A estética "álbum de família"
Data: 31/08/2017 - Horário: De 19:30 às 21:30
DATAS
29/08 - 30/08 - 31/08
HORA

19:30 às 21:30
VALOR

R$ 360,00 ou em 2X de R$ 180
INSCREVA-SE AQUI