19 abril a 03 maio (concluído)
3 aulas, quintas-feiras: 19h30-21h30
Valor: duas parcelas de R$125,00
Neste curso, a condição da mulher e do homem na sociedade atual será analisada através dos símbolos do feminino e do masculino, presentes na história, nas manifestações artísticas, na astrologia e na mitologia. Antes do patriarcado, as mulheres ocupavam um papel central no modo de organização da vida social e exerciam a sua sexualidade livremente. A chegada do patriarcado marcou o começo de uma nova era que indica sinais de mudança em direção a uma sociedade de parceria.

19 de abril
As mulheres antes do patriarcado. A dialética feminina Vida-Morte no paleolítico; a serpente, a lua e o sexo; as estatuetas de Vênus; a revolução mesolítica.

26 de abril
O semi-patriarcado. Civilizações de Creta, Jônia, Céltica e Egípcia. O triunfo do patriarcado: separação definitiva das tarefas segundo o sexo; os menires fálicos e os dólmens femininos.

3 de maio
A mitologia e seus deuses e deusas patriarcais: Saturno, Júpiter, Netuno, Urano, Plutão, Marte; Hera, Atena, Perséfone. O patriarcado na cultura e sociedade contemporânea. A interpretação da simbologia astrológica à luz da transformação da era patriarcal em uma sociedade de parceria.
  Claudia Lisboa é astróloga e professora de Astrologia desde 1979, formada pela Escola de Emma Costet, de Mascheville. Participou do grupo de estudos de Jung da Dra. Nise da Silveira. Publicou artigos nos livros Astrologia para um Novo Ser e Possibilidades Terapêuticas da Astrologia – O poder transformador do símbolo. Escreve uma coluna no jornal O Globo e apresenta o programa de astrologia no canal GNT. É autora do livro Os astros sempre nos acompanham (2013).
Polo de Pensamento Contemporâneo: Rua Conde Afonso Celso, 103 - Jardim Botânico - CEP 22461-060 Tel. (21) 2286-3299 e 2286-3682